Kellogg’s, Nestlé, Mondelēz, Coca-Cola e PepsiCo deixarão de anunciar para crianças

3 JULHO 2014
Mais de 20 empresas da área alimentar, incluindo a Kellogg’s, Nestlé, Mondelēz International, Coca-Cola, PepsiCo e Unilever, assinaram um compromisso sobre questões de saúde e bem-estar relativamente à publicidade para crianças, consistência na informação sobre os produtos, acesso aberto às políticas de formulação e bem-estar dos seus funcionários.

O compromisso, também reiterado por 25 retalhistas, entre os quais Carrefour, Sainsbury’s e Marks & Spencer enquadra-se nos objetivos do Fórum dos Bens de Consumo.

As empresas envolvidas comprometem-se a deixar de publicitar a crianças abaixo dos 12 anos sobre produtos que não cumprem nenhum critério específico de nutrição baseado em dados científicos ou “guidelines” nacionais e internacionais em 2018. Neste mesmo ano, a etiquetagem dos produtos deverá conter informação consistente para ajudar os consumidores a fazer escolhas mais informadas. Além disso, as políticas quanto à formulação dos produtos deverão ser tornadas públicas em 2016.

O acordo foi assinado pela Nestlé, Barilla, Bongrain, Kellogg, Coca-Cola, Procter & Gamble, Kirin, Campbell Soup, PepsiCo, Kao, Johnson & Johnson, Unilever, General Mills, Danone, Mondelēz International, Bimbo, McCain Foods, Heineken, Colgate Palmolive, Kimberly-Clark, Ajinomoto, SC Johnson, Henkel, Smucker e L’Oréal e por 25 retalhistas.