Lisboa recebeu campanha europeia para lutar contra os atrasos de pagamento

11 JULHO 2014
A Comissão Europeia organizou o Seminário Informativo sobre o Problema de Atrasos de Pagamento em Portugal, que teve lugar na Representação da Comissão Europeia em Portugal, em Lisboa.

O Seminário está integrado na campanha paneuropeia destinada a consciencializar sobre a transposição para a legislação nacional da diretiva (2011/7/EU), cujo objetivo é lutar contra a cultura prejudicial de atrasos de pagamento na Europa.

Estima-se que o número de casos de insolvência causados por atrasos de pagamento na Europa atingiu um nível sem precedentes na ordem dos 360 mil milhões de euros.

Em Portugal, os números mais recentes do Índice de Pagamentos Europeu de 2014 relevaram que a duração média de pagamento é de 83 dias para transações comerciais entre empresas e de 129 dias para transações entre entidades públicas e empresas. É estimado que 84% das empresas portuguesas experienciem problemas de liquidez durante o ano de 2014 e que o país possa perder 4% do volume de negócios total devido aos atrasos de pagamento.

O seminário proporcionou aos participantes, em particular às PME e entidades públicas, uma oportunidade de compreenderem melhor os problemas resultantes dos atrasos de pagamento e obterem mais informações sobre a aplicação e os benefícios da nova diretiva. O painel de oradores incluiu, entre outros participantes, a Maria d’Aires Soares, chefe da Representação da Comissão Europeia em Portugal, Vasco de Mello, vice-presidente da direção da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP), João Almeida Lopes, vice-presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), Helena Moura, coordenadora da rede Enterprise Europe Network em Portugal, Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI), e Idaira Robayna Alfonso, do departamento jurídico da Direção-Geral das Empresas e da Indústria da Comissão Europeia.