Dreambooks oferece 10 mil álbuns digitais

29 JULHO 2014
A portuguesa Dreambooks vai oferecer 10 mil álbuns digitais às primeiras 10 mil encomendas que receber através da Dreambooks Album, a primeira app móvel nacional gratuita para edição de álbuns que acaba de lançar no mercado nacional e internacional.

Trata-se de uma app para iPad que, segundo previsões da empresa, poderá vir a representar 10% da faturação da marca (cerca de 240 mil euros) já em 2015.

Disponível apenas para tablet com sistema operativo IOS, a Dreambooks Album chegou a Portugal, a Espanha, a França e Reino Unido com a promessa de conquistar mil novos clientes até ao final de 2015. “Recebemos cerca de 20 mil visitas mensais através de smartphones ou tablets, pelo que o nosso grande objetivo passa por conquistar este segmento e, até 2015, conseguir que, no mínimo, 3% destes potenciais clientes realizem encomendas”, afirma Diogo Teixeira, diretor de marketing do Grupo LFM Corporate, ao qual pertence a Dreambooks.

De acordo com este responsável, a escolha exclusiva do IOS para lançar a app prende-se ao facto da maioria das consultas "mobile" ao site serem feitas através deste sistema operativo e ao facto destes utilizadores se encaixarem no perfil de cliente da Dreambooks. “Das 20 mil visitas mensais que recebemos através de dispositivos com sistema IOS, 29% dizem respeito a utilizadores de Portugal, 12% de Espanha, 40% de França e 19% do Reino Unido”, afirma Diogo Teixeira.

Com este projeto, a empresa pretende ir ao encontro das mais recentes tendências e necessidades do mercado. “De acordo com um estudo divulgado recentemente pela Associação do Comércio Eletrónico e da Publicidade Interativa (ACEPI), Portugal tem 2,5 milhões de compradores online – 24% da população nacional – sendo que em 2017 este número deverá aumentar para os 3,5 milhões, ou seja, 37% da população. Já no que respeita os dispositivos móveis, incluindo portáteis, tablets e smartphones, foram vendidos, em 2012, 2,7 milhões, um número que, em 2017, deverá chegar aos 4,9 milhões”, comenta.

Por outro lado, a ideia desta empresa com sede em Marco de Canaveses passa por aproveitar o período de férias dos consumidores para fazer negócio. “Com a Dreambooks - Álbuns Fotográficos queremos chegar ao consumidor que está a regressar de férias e que, com esta app, poderá de forma simples e rápida criar um álbum com as fotografias dos dias anteriores, através do seu tablet, ainda na viagem de regresso a casa”, conclui Diogo Teixeira. Recorde-se que, num estudo divulgado recentemente pela Dreambooks, 51,5% dos consumidores apontam as férias como o tema preferencial na elaboração de um álbum digital.