Maus resultados precipitam mudança na gestão da Tesco

21 JULHO 2014
Philip Clarke vai abandonar a direção executiva da Tesco no próximo dia 1 de outubro. O anúncio coincide com uma nova revisão dos resultados da retalhista britânica, com as vendas e lucros no primeiro semestre a preverem-se ficar abaixo das expectativas.

O novo CEO será Dave Lewis, atualmente presidente da divisão de cuidados pessoais da Unilever. Philip Clarke vai permanecer na Tesco até janeiro de 2015, colaborando no processo de transição.

Há vários meses que o futuro de Philip Clarke, um veterano da Tesco, desde 1974, era discutido. Desde que assumiu o cargo, em 2011, foi imediatamente confrontado com a inversão no desempenho de um dos maiores retalhistas do mundo, tanto no mercado doméstico como a nível internacional. A estratégia de Philip Clarke assentava na melhoria do desempenho da divisão de hipermercados, através da remodelação e investimento nas lojas, assim como no desinvestimento em operações internacionais não essenciais, como aconteceu no mercado norte-americano com a venda da cadeia Fresh & Easy.

A Tesco apoia-se agora na experiência de Dave Lewis, “responsável por dar a volta a vários negócios”.