BlackRock reduz participação na Jerónimo Martins

23 JULHO 2014
A gestora de ativos norte-americana BlackRock reduziu a sua participação na Jerónimo Martins para 4,99% do capital, de acordo com um comunicado emitido à Comissão do Mercado de valores Mobiliários (CMVM).

"A Jerónimo Martins informa que, no dia 22 de julho de 2014, a BlackRock, Inc. comunicou que passou a deter, a 18 de julho de 2014, direitos de voto correspondentes a 4,99% do capital social da Jerónimo Martins, um valor inferior ao limite de participação de 5%", pode ler-se no comunicado.

Assim, a partir daquela data, a BlackRock, Inc. passou a deter 31.436.581 direitos de voto, através de 18 empresas do universo da BlackRock, diz o Jornal de Negócios.

No início de abril, a Jerónimo Martins informou que a BlackRock detinha, desde o dia 31 de março, direitos de voto correspondentes a 5,01% do capital social da Jerónimo Martins, um valor superior ao limite de participação de 5% a que as regras da CMVM obrigam a comunicação ao mercado.

No início deste mês, a gestora de ativos também alienou um conjunto de ações do BES, passando a deter menos de 5% do capital social do banco. Na mesma altura entrou no capital social do BCP, ficando com uma participação de 1,9% já tendo em conta o número de ações pós-aumento de capital.