Faturação da Danone cai no 1.º semestre

29 JULHO 2014
A Danone fechou o primeiro semestre com um volume de negócios de 10.467 milhões de euros, menos 5,3% em termos absolutos que no período homólogo de 2013.

As receitas da divisão de frescos caíram 6,3% em termos absolutos, enquanto a área infantil perdeu 13.1%. A faturação da divisão de água cresceu, em contrapartida, 4,2% e a de nutrição médica 3,1%.

Em termos comparáveis, os resultados foram, contudo, mais positivos. As vendas, numa base “like for like” cresceram 2,2%. A divisão de frescos aumentou 3,1%, a de água 11,2% e de nutrição médica 6,3%, ao passo que a área infantil caiu 8,4%.

Os lucros líquidos até junho encolheram 37,4% para os 608 milhões de euros. A Danone assinala que as suas contas semestrais foram penalizadas por vários elementos extraordinários, incluindo a polémica com a Fonterra, os elevados preços do leite e a debilidade em termos cambiais nas economias emergentes.

Face a estes resultados, a empresa confirmou as suas estimativas para o exercício de 2014, esperando um crescimento entre 4,5% e 5,5% nas vendas comparáveis.