Índia recebe número recorde de retalhistas internacionais em 2013

14 MAIO 2013

A Índia poderá receber um número recorde de retalhistas internacionais em 2013, após a chegada de mais de 30 insígnias norte-americanas e europeias em 2012, revela a mais recente pesquisa da CBRE.

A taxa de entrada de retalhistas internacionais no país aumentou substancialmente em 2012, no seguimento da aprovação, em setembro passado, da lei relativa ao investimento direto estrangeiro, que lhes permite deterem 51% de empresas de retalho multimarca e até 100% das monomarca. A abertura política permite aos gigantes do retalho global estabelecerem parcerias com operadores locais e venderem diretamente aos consumidores indianos. A aprovação parlamentar é também crucial para o desenvolvimento da própria infraestrutura de apoio, que é a coluna vertebral do retalho organizado, e para o crescimento do comércio eletrónico.

O número de retalhistas internacionais a entrar no país irá continuar a crescer em 2013, com empresas como a Walmart, Tesco e IKEA a serem das mais esperadas. A marca de joalharia italiana Damiani e a britânica Paver obtiveram já autorização para abrir lojas na Índia, enquanto a Le Creuset, fabricante francesa de produtos de cozinha, e a Lotus Art de Vivre, retalhista tailandesa de bens de luxo, também já apresentaram as suas propostas.

O sector do luxo é e continuará a ser um dos mais ativos, focando maioritariamente os hotéis e centros comerciais “prime”, mas o pronto-a-vestir é o que regista, no momento, o maior crescimento na Índia. O “fast food” e a restante restauração continuarão a expandir, assim como as empresas de mobiliário e decoração e os supermercados. O mais significativo é que 2013 assinalará uma maior atividade por parte das maiores cadeias internacionais de hipermercados. “Esta nova medida é um passo importantíssimo para atrair o investimento estrangeiro e transformar um mercado ainda amplamente por explorar. Já começámos a identificar um aumento da atividade dos fundos de investimento, que adquirem participações em grupos retalhistas. O retalho indiano está a sofrer uma transformação real, com os investidores domésticos a melhorarem as suas capacidades de desenvolvimento, ao adotarem as boas práticas internacionais. Os principais grupos de imobiliário comercial estão a ser cautelosos e a mostrarem-se mais seletivos na escolha dos inquilinos de retalho. O mercado de retalho indiano está cada vez mais internacional e 2013 será um ano-chave para a economia retalhista”, comenta Anshuman Magazine, “chairman” e diretor geral da CBRE no sul da Ásia.

Em Bombaim entraram recentemente insígnias como a Pizza Express, Starbucks, Serafina, Superdry e Furla, que adquiriam espaços no centro comercial Palladium Mall. Em Nova Deli, a Armani Juniors, Christian Louboutin, Hackett e Roberto Cavalli Cafe também abriram espaços no DLF Emporio, enquanto o DLF Place passou a contar com a Crabtree & Evelyn, Dunkin Donuts e Elle. Em Bangalore estão agora presentes a Q Cinemas, Krispy Kreme, California Pizza Kitchen, Trader Vic's, Simba Toys e Mad Over Donuts.