Portugal com 2.ª maior queda no comércio a retalho

6 AGOSTO 2014
O comércio a retalho recuou 1,4% em Portugal em junho, face ao mês anterior, o que representa a segunda maior quebra dos 28 países da União Europeia (UE), anunciou o Eurostat.

Em conjunto, face a maio, as vendas na União Europeia aumentaram 0,3% e na Zona Euro 0,4%.

Os maiores acréscimos ocorreram na Alemanha (1,3%), na Polónia (1%) e na Estónia (0,9%), enquanto as maiores descidas registaram-se na Finlândia (1,8%), em Portugal (1,4%), em Malta (1,1%) e em Espanha (0,8%).

Em relação ao mês homólogo de 2013, o índice de vendas do comércio a retalho cresceu 2,5% em junho no conjunto dos 28 Estados-membros da UE, 2,4% na zona euro e manteve-se estável em Portugal.