Feira Sectorial para o retalho chega em setembro

7 AGOSTO 2014
A Feira Sectorial de Emprego e Formação para os sectores da Hotelaria, Restauração e Distribuição já tem data marcada. A Go Human Capital volta a realizar este evento, em Lisboa e em Luanda, após o sucesso da 1ª Feira Sectorial de Emprego e Formação dedicada ao sector financeiro, que decorreu em março deste ano. Vítor Carmona, managing partner da Go Human Capital afirma que esta feira, com conceito pioneiro, procura, acima de tudo, ser uma oportunidade de recrutamento e networking, para as empresas do sector e para os candidatos presentes.


Grande Consumo - De que se trata a Feira Emprego - Sectores da Hotelaria, Restauração e Distribuição?
Vítor Carmona -
Esta Feira Sectorial de Emprego e Formação GO Careers Angola é um evento de recrutamento e networking direcionado para o mercado de emprego onde se localizam estes sectores. Procura, pelas suas características, ser mais uma ferramenta de recrutamento para as empresas e uma oportunidade para os candidatos interagirem com essas mesmas empresas, havendo um ponto em comum que é a ligação, quer pela formação académica, quer pela experiência profissional aos sectores.

GC - A que se deve a aposta num certame desta natureza?
VC -
Angola tem uma economia em forte crescimento e existe uma enorme procura por mão-de-obra qualificada. A GO Human Capital enquanto empresa que opera no mercado angolano, ao nível da consultoria em Recursos Humanos, sentiu que havia pouca oferta em termos de eventos de recrutamento relativamente e decidiu apostar num modelo mais dirigido e específico, por forma que o retorno do investimento por parte das empresas que irão participar esteja salvaguardado, uma vez que o perfil de todos os candidatos presentes no evento estará alinhado com os sectores onde essas empresas se inserem.

GC - A quem se dirige e onde se realiza?
VC -
A GO Careers Angola é dirigido, por um lado, a grupos hoteleiros, empresas de distribuição, empresas de catering e de restauração, que operam no mercado angolano, e por outro lado, a todos os candidatos que procuram um primeiro emprego ou novos desafios profissionais. Realiza-se em Lisboa no dia 21 de setembro e em Luanda no dia 28.

GC - Quem pode se inscrever nesta iniciativa?
VC -
Candidatos com cursos técnico-profissionais completos, finalistas e recém-licenciados em Economia, Marketing, Recursos Humanos, Gestão e Administração de Empresas, Gestão Hoteleira, Contabilidade e Administração, ou outros cursos com ligação aos sectores do evento, que estejam à procura do seu primeiro emprego e que possuam nacionalidade angolana; Profissionais angolanos ou estrangeiros fundamentalmente com experiência em atividades ligadas aos sectores da Hotelaria e Turismo, Distribuição e Restauração, como por exemplo, gerentes, rececionistas de hotel, chefes de sala, gestores de F&B cozinheiros, técnicos de logística, técnicos de importação, governantas, responsáveis de aprovisionamento, técnicos de turismo e técnicos comerciais.

GC - As inscrições são limitadas? Como podem ser feitas?
VC -
As inscrições são limitadas e apenas podem ser efetuada online através do nosso website www.gohumancapital.net ou através do envio do CV para o nosso endereço eletrónico geral@gohumancapital.net .

GC - Quais são os objetivos qualitativos e quantitativos associados à sua realização?
VC -
Os nossos objetivos são, em primeiro lugar, trazer para o evento as principais empresas ligadas aos sectores e, em segundo, atrair os melhores candidatos. Contudo, os efeitos da participação apenas serão contabilizados mais tarde através da consulta às empresas participantes sobre quantos candidatos foram recrutados ou quantas ofertas de emprego foram formalmente apresentadas. Finalmente, também é nosso objetivo que a GO Careers Angola se transforme numa referência e numa opção válida para quem procura candidatos e para quem procura um desafio profissional.

GC - Trata-se da primeira vez que esta feira tem lugar em Portugal? Caso contrário, que balanço pode fazer das edições prévias?
VC -
Este evento realiza-se pela primeira vez em Portugal. A primeira edição foi realizada apenas em Luanda, no dia 16 de Março e foi direcionada para o sector financeiro. Foi um enorme sucesso, uma vez que contámos com a presença de grandes empresas do sector, tais como o Banco BFA, Banco Millennium Angola, MoneyGram, entre outras. Participaram 350 candidatos selecionados das 500 candidaturas rececionadas.

GC - Angola é um país com muito potencial e futuro para os profissionais portugueses qualificados?
VC -
Sem dúvida que Angola continua a ser um país muito atrativo para os profissionais portugueses qualificados, especialmente naqueles sectores que estão em grande crescimento, como a Banca e Seguros, Hotelaria, Distribuição Restauração, Construção Civil e Telecomunicações. O facto de Angola ser um país de fácil integração para os portugueses e que precisará, para manter o seu crescimento, de mão-de-obra qualificada durante muitos anos, transforma-o numa excelente opção para quem decida sair de Portugal.

GC - Que outras iniciativas análogas promovem em Portugal e Angola?
VC -
No âmbito do evento GO Careers Angola, além dos sectores já referidos, organizamos Feira Sectoriais para outros sectores tais como o sector financeiro, telecomunicações, mineiro, energético, construção civil e manutenção.