Retalhistas europeus respondem ao discount com investimento nas marcas próprias

7 AGOSTO 2014
Muitos retalhistas europeus estão a responder à crescente preponderância das insígnias de discount com a expansão ou relançamento de gamas económicas de marca própria.

Uma pesquisa realizada pelo International Private Label Consult (IPLC), durante o primeiro trimestre, cujos resultados foram adiantados na Global Retail Mag por Koen de Jong, diretor geral daquele organismo, revelou que o preço destas marcas económicas era 2% a 16% mais barato que o do Lidl em cada país respetivo.

Já no que toca a qualidade, para todos os produtos considerados na pesquisa, a qualidade dos do Lidl posicionava-se ao mesmo nível ou acima dos das marcas da indústria, enquanto as gamas económicas dos retalhistas apresentavam geralmente uma qualidade inferior à das marcas de fabricante e à da marca própria do Lidl.

Segundo Koen de Jong, esta estratégia de investimento em gamas económicas poderá ter alguns efeitos negativos, nomeadamente as margens mais baixas geradas por estes produtos, assim como a possibilidade da qualidade inferior destas gamas poder afetar a perceção das restantes gamas de marca própria dos retalhistas.