Tesco revê em baixa a sua previsão de lucros

2 SETEMBRO 2014
A Tesco reviu em baixa a sua previsão de lucros e gastos de capital para este ano. O corte nos dividendos é de 75% e a retalhista britânica alega as difíceis condições comerciais.

Com este corte, a Tesco, que recentemente substituiu o seu CEO face à má evolução das contas, conseguirá uma maior margem de manobra financeira que lhe permite aprofundar os planos de reestruturação. “As medidas anunciadas, em particular sobre os dividendos, não foram tomadas de ânimo leve. Mas são medidas que nos permitem manter uma sólida posição financeira e de opção estratégica”, comenta Richard Broadbent, presidente da Tesco.