Vendas do El Corte Inglés em Portugal crescem 7%

2 SETEMBRO 2014
As vendas da empresa portuguesa do Grupo El Corte Inglés subiram 7%, para os 399 milhões de euros, no exercício terminado a 28 de fevereiro, que corresponde ao 12.º ano completo de atividade no país.

Os resultados líquidos cifraram-se em 8,3 milhões de euros, superando, igualmente, os do ano precedente. O resultado bruto de exploração (EBITDA) situou-se nos 30,5 milhões de euros, 66% acima do registado em 2012.

O incremento do volume de negócios deveu-se fundamentalmente, segundo os responsáveis da empresa, ao crescimento das vendas ao segmento de turistas, tendo o El Corte Inglés obtido boas quotas de mercado junto dos estrangeiras com maior poder de compra que visitam Portugal e que têm origem fora da União Europeia. “A captação de turistas para Lisboa e Gaia/Porto justificou um esforço de investimento relevante, sobretudo junto dos mercados emissores, e foi reforçado pelo importante contributo do grupo, permitindo, entre outras ações, a exposição do nosso mercado em feiras internacionais de três continentes”, avança a empresa de grandes armazéns.

Também concorreram para os bons resultados os formatos de supermercado, com insígnia Supercor, que registaram um desenvolvimento positivo da sua atividade.

Os custos e despesas de exploração fixaram-se nos 373,7 milhões de euros, mais 5% que no exercício anterior, refletindo os processos de inovação e as atividades promocionais empreendidas.